Notícias Recentes

Reunião aberta à Comunida...

"A Caminho" - Caminhada P...

"A Caminho" - Caminhada Q...

Consignação de 0,5€ do IR...

Almoço convívio de S. Mar...

Links

Arquivo

Julho 2014

Maio 2014

Março 2014

Outubro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Tags

"1000 visitas"

"arte sacra"

"corpo de deus"

"dia da mãe"

"festival jota"

"fieis defuntos"

"grupo coral"

"grupo de jovens"

"mês de maria"

"missão jubilar"

"semana santa"

"todos os santos"

"visita pascal"

advento

ajudar

almoço

angariação

ano sacerdotal

anúncios

baptismos

bodas de prata

bodas prata

caminhada

catequese

comunhão

comunidade

concertos

consignação

crisma

cristo rei

cursistas

d. ximenes belo

dmj

dúvidas

esclarecimento

eucaristias

fundos

igreja

ima

instalações

irs

magusto

missões

natal

oração

papa

paróquia

pascoa

quaresma

reflexões

reunião

rifas

rubricas

seminarios

solidariedade

via sacra

visita pascal

vocações

todas as tags




Quinta-feira, 22 de Maio de 2008

Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo


publicado por paroquiavalongovouga às 14:17

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 14 de Maio de 2008

Comunhão e Festa da Luz

   A nossa paróquia esteve em festa no fim de semana, de 11 de Maio, com a celebração da festa da primeira comunhão e a festa da luz.


  37 crianças estiveram em festa, onde pela primeira vez receberam Jesus na comunhão, depois um grupo de 16 adolescentes renovaram o seu baptismo juntamente com pais e padrinhos de 3 crianças que foram baptizadas. Também estes adolescentes comprometeram-se em continuar no caminho da Luz de Cristo, como neste dia as celebrações foram dedicadas ao Espiríto Santo, eles relembraram os 7 dons do Espiríto Santo.


  Da parte da tarde juntaram-se os dois grupos e juntamente com a comunidade realizou-se a procissão com o Santissímo Sacramento.


A estas Crianças e Adolescentes Muitos Parabéns!

   

   

Tags:

publicado por paroquiavalongovouga às 08:51

link do post | comentar | favorito

Sábado, 10 de Maio de 2008

Hostilidade do Governo à Igreja

João César das Neves
professor universitário 

 

" Fala-se muito de uma hostilidade do Governo à Igreja. Não há real perseguição, mas sinais que alguns assim interpretam. O Ministério da Educação estrangula os colégios, ASAE e Segurança Social assediam creches e obras paroquiais, restringem-se os capelães, não se regulamenta a nova Concordata. Como tudo isto é feito sob capa formal e declarações pacificadoras, pode ter uma interpretação neutra. Agora porém é oficial: há mesmo um menosprezo pela fé católica.

No preâmbulo do Projecto de Lei n.º 509/X, sobre as "alterações ao Regime Jurídico do Divórcio", já apresentado e aprovado, o PS assume-o explicitamente: "O que está em causa não é necessariamente o abandono das referências religiosas, mas antes uma retracção destas para esferas mais íntimas e assumindo dimensões menos consequenciais em outros aspectos da vida."

Imaginem os senhores deputados que um dia se aprovava uma lei onde se dizia não estar em causa o abandono do PS, mas uma retracção dele para "esferas mais íntimas" e "dimensões menos consequenciais na vida". Ficariam os socialistas contentes com essa retracção para esferas íntimas? Aceitariam ser menos consequenciais na vida? Não interpretariam essa lei como uma forma de ataque e perseguição? É razoável os cristãos acharem o mesmo agora. E não se diga que não é a mesma coisa porque, se há diferenças, é que a religião é mais abrangente e influente que a ideologia.

O diploma apresenta duas motivações para essa atitude. A primeira é realista, constatando "três grandes movimentos que foram ocorrendo no decurso do século XX (...) sentimentalização, individualização e secularização". Se a sociedade é assim, que se há-de fazer? Mas essa justificação, aparentemente objectiva, é muito fraca. A lei agora apresentada não fica justificada pela evolução da realidade, mas pela interpretação política dessa evolução. No mesmo período verificaram-se muitas outras tendências sociais, como o aumento da droga, solidão e criminalidade. Será que, por serem movimentos reais e observáveis, são inevitáveis e devem ter leis que os promovam? A diferença entre eles é que a ideologia do Governo aprova os primeiros mas reprova os segundos. O PS acha que o divórcio deve ser facilitado e a droga combatida.

A coisa é ainda mais grave porquanto as análises científicas sérias mostram claramente que o divórcio e a degradação da família, causados pelas ditas sentimentalização, individualização e secularização, estão entre as principais causas do aumento da droga, solidão e crime. A lei promove aquilo que quer combater.

A outra justificação do texto é histórica. O referido preâmbulo, além de invocar pergaminhos científicos, também se arvora em juiz do passado. Em particular, "o projecto de lei que se apresenta pretende retomar o espírito renovador, aberto e moderno que marcou há quase cem anos a I República". É preciso coragem para alguém se apresentar hoje como herdeiro da I República, o maior desastre socioeconómico da história recente de Portugal. Que, além disso, criou a maior perseguição à Igreja desde Abd ar-Rahman II (emir de 822 a 852). Não há dúvida que, a um ano de eleições, o PS se arrisca bastante ao retomar esse suposto espírito "renovador, aberto e moderno".

Deve dizer-se que ao fazê-lo, se viola o espírito do 25 de Abril. Uma das principais diferenças entre as revoluções de 1910 e 1974, entre Afonso Costa e Mário Soares, é precisamente a hostilidade à Igreja, que o bem sucedido regime democrático actual recusou. Parece que Sócrates, esquecendo isso, está a ser forçado a preferir a maçonaria à democracia.

Esta hostilidade, agora franca e aberta, é boa para a fé. Uma perseguição faz sempre muito bem à Igreja, purificando-a e renovando-a. O problema está no que entretanto sofrem as crianças das escolas e creches, os idosos do centros de dia e obras sociais. Os serviços estatais, apesar das suas tendências totalitárias, nunca conseguem substituir as paróquias. Uma perseguição à Igreja, mesmo envergonhada, acaba sempre por prejudicar os pobres. "
Tags:

publicado por paroquiavalongovouga às 12:29

link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 7 de Maio de 2008

Fátima Jovem 2008

   Na manhã do passado sábado, dia 3 de Maio, 15 elementos do Grupo de Jovens partiram em direcção a Fátima, a fim de participarem no Fátima Jovem.

   Este evento, realizado sempre no 1º fim de semana de Maio, consiste numa Peregrinação Nacional de Jovens a Fátima, que aí se deslocam com o intuito de oração, reconciliação com Deus e encontro consigo próprios.
   Do programa do 1º dia fizeram parte diversas actividades, desde animação musical, interacção entre os jovens das várias dioceses e tempos de oração e reflexão. A noite foi preenchida com o terço, seguido de procissão das velas, e ainda uma vigília de oração na Igreja da Santíssima Trindade.
   No domingo de manhã, e em jeito de conclusão deste Fátima Jovem 2008,
celebrou-se a Eucaristia Dominical no recinto do Santuário, na qual participaram jovens de diversas dioceses, entre as quais Aveiro.

 

 


publicado por paroquiavalongovouga às 22:45

link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Maio de 2008

Intendência Diocesana de Senhoras

 

"SEREIS MINHAS TESTEMUNHAS ATÉ AOS CONFINS DA TERRA"

 

 

 

   Na Casa Diocesana da Senhora de Socorro em Albergaria-a-velha realizou-se um Cursilho de Cristandade de 1 a 4 de Maio. Para além da Equipa, participaram 33 Senhoras, que por inteira disponibilidade deixaram as suas casas, as suas vidas, tudo, para conhecerem: Deus, os Homens, o mundo e Elas próprias.

   Sabemos que antes de falarmos ao homem, temos de falar do homem a Deus. E falar a Deus é pela oração e pelo sacrifício.
   Para o Cursilhista estar em Intendência é estar em oração, estar em sacrifício. É uma “alavanca” necessária e importante na transformação do coração do homem.
Então, no dia 2 de Maio houve uma Intendência em Valongo do Vouga. Uma Igreja cheia de Cursistas de toda a Diocese e outros não Cursistas, para testemunhar a alegria de ser Cristão.
   Rezamos por todas as mulheres que estavam na Casa Diocesana,
para que:
 
Ø      Aprofundassem mais a responsabilidade do ser cristão;
Ø      Se consciencializassem, que não podem jogar com o Sangue de Cristo nem passar por cima das orações e sacrifícios de tantos, que se preocupam com a sua salvação;
Ø      Escutassem as palavras de São Paulo: “ Exorto-vos a que não recebais em vão as graças de Deus”.
 
   Na Intendência também rezamos pela Equipa responsável, pois é na sua conversão permanente a este Cristo, mestre e Senhor das nossas vidas, que melhor a Graça de Deus ” tocará” o coração daquelas Mulheres.
 
   Esta Intendência foi por certo FORÇA para os presentes, mas sobretudo foi envolvida da Graça de Deus, recheada pelo entusiasmo de quem a preparou, adornada pelo carinho da disponibilidade dos Irmãos Cursilhistas que acolheram os que vieram, que com a sua criatividade mostraram quanto estão activos ao Serviço da Igreja e do Senhor aos Irmãos, através do Movimento dos Cursilhos de Cristandade.

Tags:

publicado por paroquiavalongovouga às 19:56

link do post | comentar | favorito

Número de Visitas
Louisiana Jones Act
Louisiana Jones Act Counter
(de 28-01-2008 até agora)

counter

Contactos



Procurar

 
Hino da Missão Jubilar




Veja aqui imagens em directo da Capelinha das Aparições - Fátima

Contactos da Fábrica da Igreja